Estradas da Califórnia

estradas-da-california-01
Estradas da Califórnia – Capa

Hello babys!

Se você, assim como eu, ama viajar, com toda a certeza você terá em casa pelo menos um livro sobre viagens.

Desde pequena fui apaixonada pela Califórnia. Trocaria Disney por Los Angeles fácil fácil! O porquê disso não sei, mas tudo me influenciava a querer ir morar lá. Hanna Montanna, As três espiãs demais, As Panteras e todas essas outras coisas, que nós meninas assistíamos (me julguem, eu gostava de Hanna Montanna!! Ahahahah)

Para quem me segue desde a época de fanfics, podem perceber que todas elas escrevi entre Los Angeles, Malibu e afins… É amor, não tem como negar.

Esse ano, ganhei de aniversário meu tão sonhado livro Estradas da Califórnia. E confesso, esse Guia visual (turístico) é muito fod*! Primeiro, ele tem um mapa desdobrável com todas as informações e indicações que você – com certeza – irá necessitar durante sua viagem.

estradas-da-california-02

Uma das coisas mais fodas do livro, foi a atenção que eles tiveram em colocar nomes de ruas, proximidades do local desejado e telefones!!! Você não precisa se preocupar com nada. Se seu carro quebrou no meio da estrada, você abre o Guia e lá está ele indicando qual o local que você está e para qual telefone você pode ligar. E o mais legal: ele te ajuda (e ensina) a como fazer ligações, já que na gringa a coisa é mais complicada hahaha

estradas-da-california-03

Outra coisa que eu fiquei encantada é o modo que foi escrito esse Guia. De um jeito simplificado, com bastante imagens e o principal: descrição e detalhes de tudo. Eu confesso que conforme eu ia lendo, eu me sentia cada vez mais intima da Califórnia. Conheci lugares que eu jamais pensaria que poderia existir e que eu poderia conhecer. Sério, eu estou encantada!

estradas-da-california-04

Para quem tem esse desejo de viajar, seja para Califórnia ou para qualquer outro lugar desse planeta incrível, eu aconselho a sempre ter um Guia desses junto. São simples e com as informações necessárias para você conseguir se virar sozinho por lá.

Eu espero que vocês tenham gostado da dica e que se inspirem e compartilhem ainda mais as viagens que estão por vir.

Beijão, amo vocês!

Wishlist de aniversário – Livros

wishlist-de-aniversario-livros-dazzamiga-capa

Oláááá babys!! É AMANHÃÃÃÃ! Que felicidade!

Ainda dá tempo de me dar um presente divo, porque confessa ai, a melhor parte de fazer aniversário é ganhar presente!

Fiz uma listinha bem básica (hehehe) de livros que desejo no momento. Não vou descrevê-los, porque são muitos. Vou apenas dar nome aos bois e esperar ansiosamente por eles ahahahaha

wishlist-de-aniversario-livros-dazzamiga

  1. Cidade de Papel (perdi o meu antigo e I need um novo)
  2. Cinderela Pop (to curiosa pela história)
  3. Bela Redenção (li o primeiro e já quero o segundo)
  4. Meu Romeu (na verdade eu quero ler o Minha Julieta, mas o Romeu é o primeiro, então…)
  5. Minha Julieta 🙂 😀
  6. A Rainha Vermelha (talvez um dos mais que eu quero)
  7. Guia de viagem Califórnia (EU QUEROOOOOO)
  8. Encruzilhada (também estou muito curiosa pela história)
  9. Precisava de você (estão me dando boas dicas desse livro)
  10. A última princesa (a sinopse pareceu ser muito legal)
  11. Ela não é invisível (julguei pela capa e agora quero)
  12. A Garota no trem (outro que me disseram que é legal)
  13. Não se iluda não (tenho o primeiro, quero o segundo 😦 )
  14. Depois dos quinze (na real queria todos os da Bru, mas vamos ficar com o primeiro, por enquanto)
  15. Demi Lovato para os fãs (preciso dizer por que eu quero???)
  16. Maze Runner – Correr ou morrer (só quero ehehe)

Um último beijo de 22 anos para vocês :*

Por que eu ainda sou mais?

por-que-eu-ainda-sou-mais-dazzamiga

Ontem eu fui dormir chorando. Dormi com uma puta dor de cabeça, aliás. Ontem, sem motivo algum a realidade nem bateu na minha porta, ela arrebentou tudo, invadiu a minha privacidade, deu dois tapas na minha cara e disse “querida, cheguei”.

Ontem fui dormir chorando, chorei pela bagunça que a minha vida está, me perguntando quando foi que eu deixei tudo desmoronar? Sempre quis ter a vida que tenho, faculdade, liberdade, morar sozinha, ter planos para o meu futuro adulto e não precisar dizer que horas vou chegar em casa. Mas agora, chorando, percebi que essa não era a vida que eu quis para mim. Agora eu percebi que existia uma terceira opção que eu ignorei por ser a mais difícil, mas que hoje, é a que eu realmente queria para mim.

por-que-eu-ainda-sou-mais-dazzamiga-01

Me perguntei o que meus amigos de alguns anos trás estavam fazendo, se eles ao menos lembravam de mim. Me perguntei por que os novos amigos ainda estavam aqui? Pois é costumeiro eles entrarem e saírem e eu continuar aqui, sem conseguir entender a parte que eles entraram. Eu geralmente dou desculpas para tudo o que eu sinto ou faço, arranjo alguma mentira para mim mesma para me aceitar daquela forma.

Eu sou o tipo de pessoa que vê o lado bom de qualquer um. Que ouve os seus problemas e que tenta te ajudar a resolvê-los. Sou o tipo de pessoa que gosta de dar presentes, de escolher o melhor, independente do preço e independente do quanto você é para mim. Gosto de embrulha-los em papeis de presente bonitos e esperar a sua reação como se o presente fosse para mim. Porque eu simplesmente gosto de fazer as pessoas felizes.

por-que-eu-ainda-sou-mais-dazzamiga-02

Sou o tipo que prefere animais do que pessoas. O tipo que aprendeu que não se pode dar nada pensando que precisa de algo em troca. Porém, me pergunto por que me doou tanto as pessoas sabendo que literalmente não tenho nada em troca? Eu sou muito amiga, muito conselheira, muito companheira, muito ombro amigo… muito MUITO! Enquanto não existe ninguém muito por mim. Preciso ser menos.

Não gosto de culpar ninguem, mas gostaria de ser menos rancorosa, por exemplo. Sofri problemas de confiança na minha infância. Sempre fui a menina que todos gostavam de zoar, não é algo dramático, foi a minha realidade! Minhas amigas se diziam ser minhas amigas, mas na verdade elas não eram, elas riam de mim escondido, provável dizendo o quanto eu era idiota em confiar nelas. E agora me pergunto: Por que até hoje não consigo me livrar disso? Isso foi um fato, fizeram realmente comigo, lembro do nome e do rosto de cada uma delas.  E por causa desse motivo especifico, nunca consigo acreditar (ou talvez aceitar) que meus amigos me amem. Eu sempre acho que em algum momento eles simplesmente vão embora, esquecendo tudo aquilo que um dia existiu. Me pergunto se esse é o trauma que fez com que eu tivesse problemas com confiança. Talvez sim, talvez não.

por-que-eu-ainda-sou-mais-dazzamiga-03

Tive problemas com meu pai também, não éramos amigos, vivíamos brigando. Eu odiava o jeito que ele tratava a gente e a forma que ele nos obrigava a viver. Tinha que ser do jeito dele, ou, discutíamos. Nunca senti que eu era boa o suficiente para ele, minha irmã era, eu não. Nunca a culpei por isso, porque nunca foi a culpa dela. Mas meu pai sempre deixou claro de um modo subjetivo de que ela era melhor, e mesmo quando eu conseguia ser melhor, eu tinha que ser mais. Ou seja, até hoje acho que nunca sou boa o suficiente, sempre preciso ser melhor.

Nunca falei isso para ele e espero que ele não se sinta mal, porque quando ele saiu de casa e tudo pareceu desmoronar nas minhas costas, senti falta dele, dormi chorando ouvindo minha mãe dizer: “ele precisou ir embora para você perceber que, apesar de tudo, você amava ele?”. Mais um trauma, talvez. Confiança.

por-que-eu-ainda-sou-mais-dazzamiga-04

Eu tenho coleções de traumas, nenhum que tenha deixado cicatrizes físicas, mas todos me deixaram assim, sem saber o que fazer, ficar com a cabeça fervendo de tanto pensar “é confiança, ou a falta de?”

Não tenho uma melhor amiga, pois nenhuma delas me tem como tal, apesar de ser rodeadas de pessoas que sei que posso contar com a minha vida. Não tenho melhor amigo, tenho um namorado que me ouve e que sabe absolutamente tudo sobre mim (menos o tamanho certo das minhas roupas, ele sempre me dá o tamanho o errado de presente). Então me pergunto: por que diachos tenho problemas em me abrir com pessoas? Porque não consigo simplesmente abrir a boca e dizer aquilo que está entalado na garganta? É confiança? É trauma? É o que meu Deus???

Porque cargas d’água é mais estar aqui a uma e meia da manhã escrevendo um texto, do que acordar meu namorado e dizer para ele o que eu estou sentindo? Porque apesar de ser rodeada de pessoas que querem o meu bem eu ainda me sinta sozinha as vezes? Por que faço isso comigo mesma?  Talvez me achem idiota, ou me chamem de ingrata, mas eu ainda vou continuar a me perguntar (sem saber se um dia haverá resposta):

“Porque eu ainda sou mais?”

Wishlist Aniversário

wishlist-aniversario-dazzamiga-capa

Oláááá Babysss!

Meu b-day tá chegando e com isso vem aquelas pessoas lindas me perguntando “Nynha, o que você quer de aniversário?” Quero tantas coisas people, que até não consigo listar todas.

Tá, confesso a maioria das vezes peço livros (e podem continuar a dar), mas isso é papo para outro post que vou fazer sobre minha wishlist aniversário de livros. Tem coisa melhor que cheirinho de livro novo?

Mas, para matar a curiosidade (principalmente da família), fiz outra wishlist com outros itens que estou louca, enlouquecendo, pirando, morrendo por querer um!

wishlist-aniversario-dazzamiga

  1. Mochila Imaginarium: Se sou louca das mochilas? SIMM! Se quero mais? SIMM! Se achei essa de poá maravilhosa? SIMMMMMM! Sem mais, quero muito!
  2. All Star branco: Só Deus e o Gil sabem há quanto tempo eu procuro um bendito de um All Star branco que não seja de couro. Blumenau isso é coisa de luxo, só pode! Se você vai me dar, já te digo: te amo! ♥
  3. Livros: Sim, não tem como não colocar pelo menos dois na listinha ahahaha. Estou desejando muito o livro A Rainha Vermelha, todas as pessoas que já leram esse livro me disseram que é bom, e como minha curiosidade se aflora com pouco, eu quero! ahahahaha
  4. Kit pincéis de maquiagem: I NEED! Sério, estou muito pobre de pincéis e preciso de verdade. Não consigo encontrar pincéis que sejam de cerdas durinhas e boas, então se você sabe onde encontrar, te digo mais uma vez: te amo (de verdade)!
  5. Bucket Bag: Ô paizinho do céu, você sabe também o quanto eu quero uma, não sabe? Sempre que passo por uma em uma loja quero levar, mas sempro lembro que meu dinheirinho está sendo guardado pra algo especial, então desisto. Mas se você quer me ver felixxx, já sabe como! hhehehehe
  6. GoPro (ou similares): Depois que comecei a postar vídeos, senti uma imensa necessidade de ter uma câmera compacta que seja mais fácil de levar quando eu viajo. é claro que não posso ostentar uma GoPro, porém já vi similares com um preço ótimo e que com certeza iriam me fazer muito feliz (ok, Gil?)
  7. Alpagarta Moleca: Se a pessoa aqui deu todos os seus sapatos de verão? Deu sim sinhô! Se a pessoa aqui não tem mais nada de sapatos de verão? Não tem sim sinhô! É, poisé, tá feia a minha situação! 😦 ahahaha

    wishlist-aniversario-dazzamiga-01

Ai, já estou animada em só fazer a listinha, imagina quando eu ganhar os presentes? Quem não gosta de presentes, não é mesmo? É tudibão!

Espero todos eles dia 06/11 😉

Beijos, amo vocês!

Unicorn Hair – EU QUERO!

unicor-hair-eu-quero-dazzamiga

Olááá babys!

Agora é assim, a moda hair é o Unicor Hair. Se você não gosta desse estilo, tem que concordar que é bonito (nos outros pelo menos). E se você já estava com vontade de mudar suas madeixas, com toda certeza vai amar essa tendência apaixonante! ♥

A última das blogueiras e youtubers da gringa era o Stand Hair, que é basicamente colorir totalmente o cabelo de várias cores harmônicas. Katy Perry está ai para comprovar que fica lindo!

unicor-hair-eu-quero-dazzamiga-02

Porém agora, para as românticas e estilosas de plantão, o Stand Hair ganhou uma vertente: o Unicorn hair, que é colorido, mas com cores “pastéis”, sabe?

Mas para conseguir esse cabelo lindamente maravilhoso, tens que ter consciência de que seus fios vão sofrer com as químicas, pois é necessário descolorir todo o cabelo e depois colorir novamente em mechas.

Eu, que não tenho paciência com meu cabelo, já desisto só de pensar na sofrência que vou passar com as milhares de hidratações e shampoos caros que vou ter que comprar. Desisti do meu loiro divo já por esse motivo. Mas se você tem paciência sobrando para ficar linda e estilosa, separei algumas imagens para você se inspirar e depois compartilhar comigo o novo hair!

unicor-hair-eu-quero-dazzamiga-08

unicor-hair-eu-quero-dazzamiga-03 unicor-hair-eu-quero-dazzamiga-04 unicor-hair-eu-quero-dazzamiga-05 unicor-hair-eu-quero-dazzamiga-06 unicor-hair-eu-quero-dazzamiga-07  unicor-hair-eu-quero-dazzamiga-09 unicor-hair-eu-quero-dazzamiga-010

Vai, confessa, até eu que não tenho paciência com cabelo quero ter um desse, imagina você que tem?? ahahahaha

Quem ai já tem ou vai ter o Unicorn Hair? Quero saber detalhes! 😉

Beijão, amo vocês!

Por que tudo é uma bagunça na vida?

por-que-tudo-e-uma-bagunca-na-vida-dazzamiga

Se minha vida anda nas perfeitas condições dela? Não, não é meu momento de glória. É fato, não tem como negar ou fugir, tem que aceita, afinal aceitando dói menos.

É complicado se ver responsável, se ver adulta enquanto tuas atitudes continuam infantil. É mais estranho ainda quando você se vê com um copo nas mãos, bebendo e tentando esquecer que tudo lá fora está uma bagunça que você está com preguiça de por em ordem. Afinal, agora é você ou você, aceitando o fato de que se você não for lá e colocar a mão na massa, nada vai se organizar na noite pro dia num passe de mágica.

Deixa eu te contar um segredinho: conto de fadas não existe! A princesa não acorda com seus cílios perfeitos e muito menos sempre feliz como se a vida dela fosse perfeita. O perfeito enjoa, enche o saco e é chato pra caralh**

por-que-tudo-e-uma-bagunca-na-vida-dazzamiga-01

Sabe aquele momento em que você está tão cansada de tudo, que você deita, onde estiver, olha para cima e se pergunta “Quando foi que eu perdi o controle de tudo?”.

Ter uma vida agitada foi sempre o que eu quis, achava que isso era o caminho para a felicidade, porém não. Faz algum tempo que não se sabe o que é deitar e pensar “Hoje eu não tenho nada para fazer”. Aliás, eu faço isso, de não fazer nada, porém com trilhões de coisas para resolver. Minha vida literalmente não está nos seus dias de glória.

London Cityscape

Mas sabe o que me faz feliz todos os dias? Acordar e tomar um banho quentinho. Escolher a minha roupa e saber que estou indo trabalhar. Escolher correndo o que tem de comida para eu tomar meu café dentro do carro. É sentir aquele soninho quando está chegando o meio dia e poder dormir. É saber que está chegando o final do dia e ter que ir para a faculdade, me enlouquecer com o novo projeto que está por vir, me desesperar por saber que o meu ainda não está totalmente pronto.

Minha maior felicidade é voltar para casa e saber que é nessa bagunça que eu me encontro. É na bagunça que eu me encontro hoje que eu sei que está tudo bem. Porque se tivesse tudo perfeito, estaria chato. Se tudo fosse organizado não teria o que fazer. Se tudo estivesse se encaminhando perfeitamente eu não teria força para seguir em frente. E nesse momento? Tudo o que eu enxergo é ‘o lá na frente’.

Talvez seja ilusão, talvez seja apenas algo que me faça feliz. Mas o que me move são meus sonhos e principalmente: a minha bagunça!

Viciada em séries – parte 2

viciada-em-series-parte-2

Ôooolá babys!

Que eu sou viciada em séries vocês já sabem (se não sabem cliquem aqui que eu mostro outros vicios). E já estava na hora de eu fazer a parte 2 disso aqui, afinal eu não sei como eu consigo assistir tantas séries com a vida nada tranquila que eu tenho.

Dessa vez são três e já aviso previamente que em caso de suspeita de vícios, consulte um médico (ou vem compartilhar comigo os spoilers que já melhora também ahahaha)

viciada-em-series-parte-2-1-dazzamiga

Comecei a assistir ontem, e mesmo ter dormido no segundo episódio (com um bom motivo de eu estar tomando remédio para minhas crises alérgicas que me dão sono) eu não vejo a hora de chegar em casa e continuar a assistir.

A história é em torno do grande traficante colombiano Pablo Escobar vivido pelo nosso amadíssimo Wagner Moura. Já no primeiro episódio você fica de boca aberta de como o cara é fod* (tanto o personagem como o ator). A cena deles atravessando a fronteira e o Pablo dizendo a vida dos soldados para cada um vai ficar eternizado dentro de mim. Como pode um homem tão poderoso ser medito no meio das drogas pesadas?

viciada-em-series-parte-2-2-dazzamiga

Maldita seja a Pazinatto mãe (@nanapazinatto) que me encheu o saco para começar a assistir essa série. Só para vocês terem uma noção do vício aqui da pessoa, estou vivendo INSÔNIA por chegar em casa depois da faculdade e ficar desesperada em assistir mais um episódio.

A série se passa basicamente dentro do hospital. É uma série meio mulherzinha (podemos dizer sem julgar o Gil, meu boy, que assiste alguns episódios comigo ahahaha), mas para quem gosta dessas paradas de medicina, acredito que seja muito legal. Meredith Grey é a personagem principal e começa a trabalhar no hospital, porém percebe já no primeiro episódio que o seu chefe é o cara com quem ela dormiu na noite passada 🙂 (meu amado Derek ♥)

Para quem já assiste tenho certeza que me compreende, mas para quem ainda não assistiu, vou dar uma de Pazinatto mãe e encher o saco de vocês: ASSISTAM!

viciada-em-series-parte-2-3-dazzamiga

Comecei a assistir essa série no final de semana. A série é nova, lançou em setembro e apesar de ter poucos episódios até o momento, ela me encantou e até agora nem sei porque.

Quando eu vi os vários trailers liberados pela internet afora fiquei super animada em começar a assistir, porém ela é diferente do que eu imaginei. Com uma pegada meio demoníaca e muito cômica ao mesmo tempo, tem horas que você ri pela tamanha idiotice da cena.

Sério, assistam porque eu sei que vocês vão gostar. É um suspense atrás de suspense e as comédias são as melhores. Estou apaixonada.

viciada-em-series-parte-2-4-dazzamiga

Então babys, gostaram? Não se esqueçam de comentar se vocês são viciadas em séries, porque é claro que euzinha estou louca para conhecer mais e mais ahahaha.

Beijos, amo vocês!